Saúde e bem-estar

16 maio

Saúde e bem-estar

O Novo Coronavírus: prevenir é o melhor remédio

 

Por Sânia Motta*

 

Cada vez mais aumenta o número de casos de Covid-19 no Brasil. Transmitida por gotículas respiratórias, tosses e espirros, objetos contaminados pelo vírus e, até mesmo, disseminados pelo ar, a doença afeta, principalmente, pessoas com a imunidade debilitada. O período de incubação pode chegar a 14 dias.

 

Com a falta de leitos, tanto em hospitais públicos quanto em particulares para atender a todos que precisam, e sem medicamentos comprovadamente eficientes para o tratamento da doença, a melhor forma de se prevenir é seguir as orientações do Ministério da Saúde e das demais autoridades públicas. Além disso, a higiene precisa ser ainda mais reforçada. Confira algumas dicas:

 

  • Lave as mãos por, no mínimo, 20 segundos com água e sabão até os punhos, sem se esquecer de esfregar entre os dedos e os polegares. Dê preferência ao sabonete líquido.
  • Utilize álcool 70% para substituir a lavagem das mãos, caso não haja água e sabão próximos, ou até para finalizar a higienização.
  • Evite passar as mãos na boca, nos olhos e no nariz, pois o vírus é transmitido por vias aéreas e pelo contato com secreções respiratórias.
  • Ao tossir ou espirrar, tampe a boca com os cotovelos.
  • Se precisar ir à rua em algum momento, utilize máscara e leve álcool em gel para passar nas mãos.
  • Ao chegar da rua, tire os sapatos do lado de fora de casa. Em seguida, lave bem as mãos, retire a máscara e as roupas, e coloque tudo em uma sacola plástica fechada. Em seguida, tome banho.
  • Higienize todos os produtos que comprar com água e sabão, álcool 70% ou uma solução feita com água sanitária.
  • Mantenha os ambientes limpos e higienize superfícies, móveis e até o celular com produtos desinfetantes, como água sanitária ou álcool 70%.
  • Estar com vacinas contra a gripe em dia é a recomendação da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM).

 

Caso você sinta sintomas de gripe, como febre alta, tosse seca, calafrios, dor de cabeça e mal estar, fique atento. Em sua forma mais severa, a Covid-19 pode evoluir para falta de ar e pneumonia grave. Nestes casos, procure imediatamente atendimento médico. Mas, se você estiver com sintomas leves, mantenha-se em casa, isolado das pessoas com quem convive por 14 dias. De toda forma, é importante buscar o atendimento médico para melhor avaliação.

 

Para esclarecer suas dúvidas sobre a Covid-19 ou saber se você pode ter a doença, há vários canais disponíveis que podem te ajudar:

 

Cedae Saúde: nosso plano de saúde disponibilizou canais extras de atendimento para que todos os beneficiários possam ter acesso a informações, além de uma equipe de médicos dedicada a fazer teleatendimento pelo número (21) 2126-7179.

 

Ministério da Saúde: o site www.coronavirus.saude.gov.br, criado pelo Ministério, disponibiliza inúmeras informações sobre a doença e um chat para tirar as dúvidas.

 

UNA-SUS: o Sistema Único de Saúde disponibiliza o Disque Saúde (136) e o aplicativo Coronavirus – SUS.

 

Rede Dor: a rede de hospitais está fazendo exames da Covid-19 sem custos no estacionamento do shopping Via Parque. Para fazer o teste, você precisa baixar o aplicativo ‘Dados do Bem’ e responder a um questionário sobre a doença. Caso seja identificada uma possível contaminação, o app abre para você marcar o exame.

 

*Sânia Motta integra o núcleo editorial da Nós da Comunicação.